As minhas infelicidades são do mais leviano que há

Levar com gotas de água na cabeça é a epítome da humilhação pública para mim. É uma sensação de total falta de controlo do meu destino. EU é que devia decidir quando fico encharcada. EU é que devia decidir que tipo de água nojenta é que quero em cima de mim. 

Pior só mesmo quando as gotas acertam em cheio nos óculos e fico com aquele ar trágico-nerd de olhos esbugalhados e sem amigos.