E depois querem que eu seja copo meio cheio

Vibrei de emoção quando me apercebi que o pianista do sítio onde estou a almoçar estava a tocar o Time After Time da Cindy Lauper. Um senhor crescido e tudo! A minha esperança de que a música dos 80s regresse para governar o mundo renasceu com força e cabelos volumosos à la Jon Bon Jovi.

No entanto, rapidamente um turbilhão de notas chorosas substituiu a sonoridade perfeita da Cindy assim que os Jardins Proibidos ecoaram no centro comercial. Continuei a ruminar a minha alface, duplamente infeliz por me ter apercebido que sabia a letra toda.