What if...

Se eu fosse uma habitué do facebook e respectiva barrazinha de what's on your mind e possuísse algum desejo sinistro de deixar de ter amigos ou de permitir que o resto do mundo descobrisse o quão negro o seu lado judgemental é, escreveria coisas como:

Rita Ralha não compreende qual a necessidade de existirem músicas que contenham nas letras frases da família boys try to touch my junk e despreza todo o ser humano que ouve Mega FM durante mais de 1h diária.

Rita Ralha não compreende porque é que há gente parva que diz que não gosta da fogosa Florence.

Rita Ralha é alérgica a toda gente que adora esconder a fronha no seu profile do facebook e, instead, opta por colocar fotos de perfil ou de costas (nem sempre sensuais).